Made In Heaven

A humanidade não é um estado a que se ascenda. É uma dignidade que se conquista.


Há uma coisa que quero que saibas, agora. Quero que saibas que, na minha ou tão profunda ou tão superficial empatia com alguém, tu, és a primeira pessoa pela qual não sinto qualquer emoção que consiga relacionar com uma qualquer reacção negativa face à perda de alguém. O que não quer dizer, que se a partir de hoje em diante não tivesse mais contacto contigo, não me sentisse abaixo de zero. Agora, ou é de tão profunda ou de tão superficial…

 Tentei explicar-te em portugês. Não percebeste. Talvez se te explicar na minha língua tu percebas. É que o poder que as palavras transportam pode ser de terem que ser ditas, escritas, pensadas, imaginadas-por alguém. Imagina que há palavras que só se entendem, beijadas…

Anúncios

Written by meph

Novembro 25, 2006 às 9:40 am

Publicado em Uncategorized

%d bloggers like this: